domingo, 19 de setembro de 2010

Terapia virtual?

Terapia pela internet

Como todos sabem tenho formação em Psicologia e nutrição, portanto sou terapeuta nutricional!
Atendo pelo web, quem quiser me envia um e-mail e começaremos logo!

Confira trechos da entrevista com a especialista sobre terapia virtual

Nesta segunda-feira (6), o Jornal Hoje mostrou que a terapia familiar também aderiu à internet e que muitos casais com dificuldades em seus relacionamento já estão buscando ajuda on-line.

Nesta segunda-feira (6), o Jornal Hoje mostrou que a terapia familiar também aderiu à internet e que muitos casais com dificuldades em seus relacionamento já estão buscando ajuda on-line. A terapeuta familiar Ana Horta, coordenadora da Unidade de Intervenção à Família e Comunidade da UNIFESP, conversou com o público aqui no site sobre a terapia familiar on-line, tirou dúvidas sobre o momento mais adequado de se procurar a ajuda profissional e deu dicas para aqueles que estão em crise nos seus casamentos.
Leia abaixo trechos desta entrevista
O melhor momento para se buscar ajuda
Muitos casais chegam quando a crise já está instalada no relacionamento. Por outro lado, felizmente temos tido a oportunidade de atender casais que mesmo antes do casamento, enquanto namorados, solicitam ajuda para melhorar a comunicação entre eles e entender melhor o que o outro quer. Isso poderia acontecer um pouco mais.

Os principais motivos de brigas entre os casais
Entra na questão da individualidade, onde um mais um não pode ser igual a um e sim deve ser igual a pelo menos dois. As pessoas muitas vezes se juntam e ficam dependentes umas das outras. Há também outras questões como o dinheiro, a traição (cada vez mais há traição pela internet), a busca pelo prazer sexual, questões religiosas, a relação com os filhos e muitas coisas relacionadas a competição do casal, seja no trabalho ou em casa.
Como salvar uma relação onde não existe mais conversa
A ideia é tentar sempre entender o que está acontecendo. A dica é poder falar abertamente entre si ou pedir a ajuda de uma terceira pessoa que possa ser um mediador desta conversa. Existe comunicação mesmo a partir do silêncio, ele também é uma maneira de comunicar e que pode levar ao isolamento e o distanciamento entre as pessoas. Portanto, quanto mais cedo procurar ajuda, melhor.

O objetivo da terapia de casais
A terapia de casais não serve para unir e nem para separar um casal. Mas sim para ajudar as pessoas a tomar a decisão à respeito daquilo que é melhor para cada um. O terapeuta familiar pode, por exemplo, facilitar um casal a se separar de maneira menos traumática.
A terapia através da internet

A credibilidade desta forma de terapia depende muito da expectativa de quem vem buscá-la. É um primeiro passo, um momento de desabafo que pode facilitar o encaminhamento correto do problema. Mas não podemos deixar de lado o fato de que não é possível observar a comunicação não-visual, o que às vezes facilita o trabalho do terapeuta, mas em outras atrapalha, pois as pessoas em geral têm dificuldades de expressão. Quando uma pessoa escreve seus problemas está de certa forma pensando e elaborando sua história, o que pode facilitar na hora de se buscar ajuda profissional. Acho que seria um passo e talvez a gente precise de mais pesquisa e experiência para poder afirmar ou não sucesso deste método. O que temos visto é que as pessoas procuram, em um primeiro momento.

Terapia para casais homossexuais
Ela existe e a procura tem sido cada vez maior. Creio que até pela dificuldade de se lidar com o preconceito que existe e é cultural. Estas pessoas buscam ajuda até mesmo pela internet. Procurar ajuda é bom, pois é uma forma de as pessoas falarem de si e desta maneira olharem para sua própria identidade e individualidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário