terça-feira, 27 de julho de 2010

Transtorno Bipolar e Compulsão Alimentar

O Transtorno do Humor Bipolar e o Transtono da Compulsão Alimentar Periódica:
Alguns autores buscam a correlação entre o transtorno bipolar e obesidade, e encontram entre as variáveis significativas associadas com o alto índice de massa corpórea (IMC) e o transtorno bipolar, a presença da compulsão alimentar, McELROY et al. (2002). Outros autores verificaram dados semelhantes, na revisão de vários estudos de indivíduos obesos com TCAP: maior oscilação de peso e maior prevalência de transtornos psiquiátricos, além da recuperação mais rápida do peso emagrecido WERUTSKY e BARROS (2000), apontam que o TCAP é visto como um mecanismo de defesa e reparação no intuito de evitar ou aliviar sentimentos de solidão, fracasso e abandono e que é comum encontrar em pacientes obesos atitudes de submissão à figura materna, que impulsionam ao comer e ao engordar, "rejeitando qualquer outro tipo de satisfação" (WERUTSKY e BARROS 2000).
Muitos indivíduos comem o dia todo sem qualquer planejamento. Ressaltam ainda a importância da ação precoce nesses transtornos e a necessidade do atendimento psicoterápico individual ou grupal, além da necessidade, em alguns casos, da medicação com inibidores seletivos da recaptação da serotonina. Salientam também a importância de um enfoque terapêutico abrangente direcionado à pessoa que sofre com o TCAP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário